terça-feira, 23 de janeiro de 2018

F.C. Porto - Sporting C.P. 1/2 Final da Taça da Liga




Amanhã vai realizar-se o primeiro dos 4 encontros frente ao SCP que faltam realizar esta época. Um clássico é um clássico, um jogo de tripla em que não há favoritos. Sendo a taça da liga a quarta competição na hierarquia das prioridades, não deixa de ser verdade que se trata de um título e uma vez que já chegámos aqui, é para ganhar. Tal como disse Sérgio Conceição, o F.C. Porto levou esta competição a sério como demonstrou, principalmente, nos 2 últimos jogos da fase de grupos onde fez apenas 2 poupanças em cada um deles.
No único jogo realizado entre o 1o e 2o Classificados da Liga NOS, verificou-se um empate a zero. Um jogo bem disputado com uma grande primeira parte do FCP e uma segunda em que o SCP conseguiu equilibrar. Passados quase 4 meses, muita coisa mudou. Ambas as equipas tiveram reforços de inverno e o próprio cansaço dos jogadores já se faz notar.
Espero um Porto mais consistente em ambas as partes do jogo. Um jogo onde temos de ser pacientes e muito fortes mentalmente e onde qualquer detalhe pode decidir.
Na imagem em cima podemos verificar que as equipas não diferem muito nos números. Ambas estão a fazer uma boa época embora um o F.C. Porto tenha uma ligeira vantagem em alguns aspectos estatísticos. Espero que subam a eficácia de finalização onde têm sido bastante perdulários.
Apesar de alguma fadiga em alguns jogadores, acredito que Sérgio Conceição não irá fazer grandes poupanças embora pense que vá mudar a táctica para 433.
A minha equipa:
Casillas; Ricardo, Felipe, Marcano e Alex Telles; Danilo, Herrera e Oliver; Brahimi, Marega e Soares
Ganhar títulos é o que alimenta os Portistas mesmo sendo um troféu menos valorizado.


#vamosganhar

sábado, 20 de janeiro de 2018

F.C. Porto 1 - 0 Tondela Vitória Justa Num Jogo Que Podia Ter Sido Fácil

Sérgio Conceição ao contrário do que eu pensava, não poupou ninguém e apresentou a equipa com mais minutos esta época dando assim um claro sinal para este jogo.
Iniciando o jogo a saber que em caso de vitória seria novamente líder, a equipa não fez um primeira parte boa. Entrou com vontade de pressionar o adversário mas muito lenta no processo ofensivo. Apesar da entrada lenta, a primeira oportunidade de golo aparece aos 12’ num remate de Brahimi a sair por cima da barra. Logo no minuto seguinte, um erro da defesa do Tondela e a bola a parar em Marega que isolado não teve problemas em bater Cláudio Ramos. Depois do golo, a equipa continuou igual. Lenta e com passes denunciados que eram fáceis para a defesa adversária.
A equipa do Tondela esteve sempre organizada, trocava bem a bola e com boa agressividade ao contrário de outros jogos. Porém, o único perigo criado foi através de um remate de Tomané que saiu ao lado.
A primeira parte termina com o melhor lance da mesma em que Danilo ganha uma bola no meio campo, avança terreno e numa boa combinação com Corona, este remata à figura.
Resultado justo ao intervalo.
Na segunda parte a equipa entrou mais solta e mais rápida e nos 15 primeiros minutos foi um sufoco para a equipa adversária. O flanco direito melhorou de produção, principalmente Ricardo, e as oportunidades apareceram por esse lado. Todavia, ou por causa de Cláudio Ramos ou pela má finalização dos jogadores portistas, o golo não surgiu. A equipa do Tondela nunca deixou de acreditar e sempre a trocar bem a bola foi conseguindo passar do meio campo e chegar à nossa área. Nota para o número de cantos conseguidos pela equipa adversária, 7. Foi a equipa que conseguiu mais cantos no Dragão.
Apesar de ter baixado o ritmo, o F.C. Porto foi criando sempre oportunidades para marcar o golo da tranquilidade.
Resultado justo num jogo difícil em que a equipa não quis tornar fácil ao falhar muitos golos. Mérito do guarda redes adversário mas também demérito dos nossos jogadores na finalização. 7 oportunidades flagrantes e apenas uma concretizada. 14,3%. Pior percentagem da época até ao momento.
Apenas uma nota para os assobiadores. Acham mesmo que é a assobiar que a equipa vai conseguir ter a calma e lucidez para melhorar o jogo? Inacreditável como na segunda parte, depois de bons 10/15 minutos em que massacramos o Tondela, no primeiro passe falhado, lá vieram os pipoqueiros assobiar.

: Duas reposições de bola perfeitamente escusadas iam borrando a pintura. Começa a perder a confiança perante os adeptos. Nota: Por mim jogava o Casillas mas...assobiar o Sá por alguns erros, não é comigo. Para matar o rapaz não contem comigo. Nem ele nem nenhum diga-se.
Ricardo: Bom jogo do lateral com uma excelente 2ª parte. Rápido e com muitos lances de perigo criados por ele. O melhor a seguir a Danilo.
Felipe: Erro básico na primeira parte no único remate do Tondela neste período. Deixou o avançado receber, rodar e rematar. Não pode Felipe. No ataque teve teve 2 oportunidades de golo em que fez Claudio Ramos brilhar.
Marcano: Mais um bom jogo do central espanhol. Impecável na 2ª parte num lance com Tomané.
Alex Telles: Não foi tão perigoso como noutros jogos. Normal para quem corre tanto em tantos jogos. Todavia fez um bom jogo. Bem a defender e bem a atacar. Nota-se algum cansaço mas ele diz que não.
Danilo: Melhor em campo. Sempre bem posicionado. Pressionou bem e forte nos duelos individuais. Excelente a jogada na primeira parte em que combina com Corona. Está em forma. Muita saúde é o que lhe desejo.
Herrera: Não fez um mau jogo apesar de uma paragem cerebral num passe para trás que parou nos pés de Tomané. Valeu Marcano a safar o Mexicano. Foi consistente durante a partida. Já fez melhor esta época.
Corona: Entrou mal no jogo mas foi subindo de confiança principalmente a tentar o um contra um. Confiança que vai aparecer aos poucos. Subiu de produção na 2ª parte e ajudou Ricardo a criar perigo pelo lado direito.
Brahimi: Exibição q.b. Tendo em conta que treinou limitado não se pedia muito mais. Alguns lances mal decididos e outros bem. Não foi brilhante mas também não foi mau.
Marega: Poço de força e dá sempre tudo o que tem. Foi rato a adivinhar o passe do defesa no lance do golo e na cara do guarda redes não falhou. O mesmo não aconteceu na segunda parte num lance isolado em que não consegue marcar. Bom jogo do gladiador.
Aboubakar: O goleador anda cansado. Mais uma vez não esteve tanto em jogo e não está com a frescura suficiente para executar as melhores desmarcações. Apesar disso, teve 2 oportunidades para marcar. Uma no poste e outra com grande defesa do guarda redes.
Sérgio Oliveira: O meio campo mudou para 3 homens com a sua entrada mas sem que notasse uma melhoria significativa.
Hernâni: Entrou para o lugar de Corona e teve um bom remate que permitiu mais uma boa defesa do guarda-redes.
Soares: Entrada tardia na minha opinião. Precisa de jogar para ganhar ritmo. Vai ser preciso neste ciclo que se aproxima. Excelente num passe para Ricardo a desmarcar este nas costas do defesa esquerdo.

Luís Godinho fez uma exibição ao seu nível. Fraca. Não viu 2 penaltis (Agarrão a Corona e um corte com o braço de Ricardo Costa) embora, na minha opinião, o VAR tenha mais culpa. Neste caso, Artur Soares Dias.

Vitória mais do que justa com um bombom oferecido pelos Tondelenses. Certamente dedicado ao seu Presidente!


Seguimos líderes com mais um ponto e menos um jogo. Apesar de ser notório a abaixamento de forma da equipa, não posso deixar de realçar que vamos com 10 vitórias consecutivas e não perdemos há 20 jogos oficiais.




quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

F.C. Porto - Tondela em Números e a Rotunda do Proxeneta

O F.C. Porto vai receber o Tondela na 19ª jornada da Liga NOS 2017/18. Pela primeira vez desde a 5ª jornada, realizada a 9 de Setembro de 2017, não partimos líderes para um jogo. Faz 4 meses e 10 dias.
Nos 2 encontros anteriores entre estes 2 clubes no Estádio do Dragão registaram-se uma derrota (0-1) em 2015/16 e uma vitória (4-0) em 2016/17.
Depois da má primeira parte e única no deplorável estádio António Coimbra da Mota, espera-se uma equipa diferente para muito melhor. Jogámos em casa diante do nosso público, que tem sido fantástico, e temos obrigação de ganhar os 3 pontos.
Aproxima-se um ciclo bem complicado com muitos jogos e convém não facilitar. Os rivais estão sedentos de uma escorregadela do Dragão.
O nosso adversário vem com a intenção de tirar pontos. Não vai ser uma equipa macia e vai querer dar um bombom vermelho ao seu presidente.
Como podemos ver na tabela em baixo, o F.C. Porto tem tido um trajeto quase perfeito. Apenas a roubalheira contra os lampiões é a única pedra na engrenagem. O domínio tem sido grande e só contra o Vitória de Guimarães é que sofremos um golo antes de termos marcado. Quanto à equipa que viaja de Tondela, não sofre muitos golos mas permite muitas bolas na área. Cabe ao F.C. Porto ter uma boa eficácia na finalização e não falhar golos cantados como ainda aconteceu na Amoreira. Em relação à agressividade, não espero uma equipa adversária que venha fazer, por exemplo, 9 faltas. Este surreal número fica muito abaixo da média de faltas cometidas por jogo. Também não espero que no final do jogo, o surreal Treinador diga isto: “Não sei o porquê de tanta vergonha, de sermos pouco agressivos com os jogadores do Benfica.”
Resumindo: Espero um F.C. Porto mais rápido, mais criativo, com mais acerto no passe e na finalização. Uma equipa que explore mais a profundidade nas alas e menos jogo interior como aconteceu na Amoreira.
Quem manda no Covil do Dragão somos nós!
Equipa:

Sá, Maxi, Felipe, Marcano e Telles, Danilo e Herrera, Ricardo, Corona, Soares e Aboubakar.


Estória na Rotunda: Os senhores diretores do clube da rotunda, emitiram ontem um comunicado a confirmar os pagamentos feitos pelo Benfica em Dezembro de 2013. Recordo que nesta altura já estava definido que os Boavisteiros iriam voltar à 1ª liga na época seguinte (2014/15). Dizem eles que o Benfica foi apenas solidário com o Boavista. Ou seja, o clube responsável pelo esquema que fez o Boavista descer “pelos motivos injustos e ilegítimos por todos conhecidos” é o mesmo clube que o ajudou financeiramente.
Isto é o que se chama de espetar a faca, rodar e retirar. Mas está tudo bem porque colocou um penso para não sangrar muito.

P.S.: Queriam que o F.C. Porto ajudasse financeiramente quando sempre foram uns Anti primários? Um manguito para vocês. Peçam aos Cesar desta vida.

Um associado da APAF recebe um e-mail confidencial deste organismo e envia-o para um clube. Perante isto deixo algumas inocentes perguntas:
O que é um associado da APAF?
É legal um associado da APAF enviar e-mails confidenciais para um clube?
Isto é ou não concorrência desleal?
Isto é ou não tráfico de influências?

Sendo tudo normal e legal, anuncio aqui em 1ª mão que vou começar a tirar o curso de Árbitro na próxima semana. Também já fiz chegar a proposta de sócio ao Sr. Luciano Gonçalves. Como não tenho nenhuma condição impeditiva para que esta não seja aceite, peço aos senhores diretores do F.C. Porto que me enviem os endereços de e-mail para que possa, num futuro próximo, reenviar os e-mails confidenciais que venha a receber do Lucianinho dos Bilhetes.

Obrigado.

quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Os Anjinhos e a PIDE


O Estoril – F.C.Porto da 18ª jornada da Liga NOS 2017/18 terminou ao intervalo devido à falta de segurança da bancada onde se encontravam os adeptos Portistas. Entretanto, os clubes e a liga chegaram a acordo para a realização dos restantes 45 minutos que vão ser jogados no dia 21 de Fevereiro às 18h. Porém, como foi dito no programa Universo Porto da Bancada de ontem e também no comunicado do F.C. Porto, este acordo não invalida que se aplique o Artigo 94 do Regulamento Disciplinar da Liga de Clubes. Assim como a esmagadora maioria dos adeptos e sócios Portistas, eu também como sócio,  quero e desejo que os responsáveis do meu clube defendam os interesses do mesmo até às últimas consequências. 


Entretanto começou a campanha Anti-Secretaria. Os lambedores do costume vem hoje dizer que os Dragões estão a querer ganhar na secretaria. Os mesmos lambedores que serviram de megafone para uma das piores e mais vergonhosas campanhas que há memória no futebol português. Quando o Benfica de Vieira quis retirar o F.C. Porto das competições europeias através da secretaria – recordo que nesse ano, o Porto foi campeão com mais de 20 pontos das papoilas – esses lambedores não tiveram problemas em fazer eco desse desejo como podem ver na imagem em baixo.
Recordo também que o clube dos anjinhos verdes, em 2014, quiseram retirar o F.C. Porto da Taça da Liga , através da secretaria, devido ao atraso de 3 minutos do F.C. Porto num jogo frente ao Marítimo. Sejamos sérios, há alguma comparação entre uma bancada cair com milhares de adeptos e um atraso de 3 minutos no início de um jogo? Claro que não. É uma vergonha uma equipa atrasar-se na entrada em campo.

Senhores lambedores: Não. O F.C. Porto não quer ganhar na secretaria. O F.C. Porto líder isolado até à 17ª jornada, equipa que em todos os jogos foi superior ao adversário e como comprovam os números, gosta e quer ganhar no relvado. Mas este F.C. Porto superior aos adversários não é um clube estrangeiro. Por muito que custe, é Português. E como tal, também ele é abrangido pelos regulamentos disciplinares aprovados por todos e iguais, teoricamente, para todos. 
Eu imagino se o mesmo acidente tivesse acontecido com adeptos dos clubes da capital. O tratamento e a reação ao caso seria a mesma? Tenho dúvidas.
Como se diz na minha terra, Pimenta no cú dos outros é refresco. E também como o outro disse um dia, limpinho limpinho seria dar a volta ao resultado na segunda parte do jogo e ainda ganhar na secretaria. Assim espero e estou convencido que a primeira iremos conseguir.

Estranhamente ou não, temos hoje declarações do Presidente do Estoril que contrariam as declarações da Liga, da Proteção Civil e do próprio clube. Diz o figurinha que o jogo não foi retomado porque os adeptos do clube adversário ocuparam, em número excessivo, outras bancadas do estádio! Diz também que os jogos se ganham dentro do campo. Sr. Alexandre Faria, ganhe juízo. Não seja uma marionete comandada por sabe-se lá quem e não caia no engodo das Alcateias. O jogo não foi retomado para o acidente não ter sido uma tragédia. E sim, os jogos ganham-se dentro do campo, caso este não seja de terceiro mundo como o do Estoril. Além disso Sr. Faria, basta olhar para a classificação e ver quem ganha os jogos no relvado.

Hoje tivemos também a notícia que o Benfica de Vieira notificou alguns órgãos de comunicação social com o intuito de os calar. Este clube assume cada vez um estatuto de clube acima de tudo o resto. O clube é o regime e o regime é o clube. Isto num estado que se diz democrático é completamente inadmissível. Mas como todos sabemos, este país está de joelhos perante o Benfiquistão. Qualquer dia, todos os adeptos que não sejam do Benfica, recebem em casa uma notificação a obrigar ser benfiquista ou então terão de sair do país ou serão presos. A brincar a brincar... Nota para o parágrafo sublinhado na imagem. Uma delícia.


Artigo de José Manuel Ribeiro no jornal OJogo de hoje


domingo, 14 de janeiro de 2018

Estoril - F.C. Porto e Também a Corrida do Coxo e o Mentiroso

Estoril - F.C. Porto
Amanhã o F.C. Porto vai jogar a 18ª jornada do campeonato ao terreno do Estoril. Um terreno hostil como é tradição. Um adversário que está no último lugar da classificação mas que tudo irá fazer para dar uma alegria à Alcateia Anti-Norte. As deslocações ao sul e mais concretamente a clubes da AF Lisboa são sempre difíceis.
Na imagem em baixo podemos  ver as deslocações aos terrenos dos clubes desta Associação na última década em jogos apenas para o campeonato.
Como podem verificar, desde que apareceu este lobo (janeiro 2012) o F.C. Porto piorou a prestação desportiva. E se nos lembrarmos das últimas arbitragens nestes jogos...são coincidências certamente!


Espero um F.C. Porto como vem sendo habitual. Forte, raçudo e com vontade de resolver cedo o desafio. Espera-se novamente um Mar Azul a apoiar a equipa e peço todo o cuidado a todos os que se vão deslocar à Amoreira. Nunca se saberá quando aparecem coisas "Casuais" sobre a proteção sagrada do IPDJ.
No que diz respeito ao Padre, o meu palpite vai para Luís Godinho ou Carlos Xistra. Com Jorge Sousa e Rui Costa à espreita.

Minha equipa:
Sá, Ricardo, Felipe, Marcano e Telles, Danilo e Herrera, Corona, Brahimi, Marega e Aboubakar

Caso Brahimi e Marega sejam poupados:
Sá, Maxi, Felipe, Marcano e Telles. Danilo e Herrera, Ricardo, Corona, Soares e Aboubakar


O Coxo e o Mentiroso
Costuma-se dizer que se apanha mais depressa um coxo que um mentiroso. Mas... e se for um coxo sonso e um mentiroso? Aqui já tenho sérias dúvidas.
Em relação ao Sonso Vitória já está tudo dito pelo Sérgio Conceição. Ainda hoje na conferência de imprensa esteve impecável. Deixo aqui o que disse sobre esse assunto e não acrescento mais nada:
A incoerência de Rui Vitória
“Tenho muita pouca vontade de me alongar mais sobre este assunto. Eu não voltei atrás no que disse, apenas lamentei um exemplo menos feliz da minha parte para com um colega meu de profissão. Falei de incoerência e mantenho o que disse, até porque assumo as minhas responsabilidades, pois sou direto e frontal. Eu não mando indiretas. Assumi a responsabilidade do exemplo menos feliz que dei, mas não tenho que pedir desculpa a ninguém. Eu respeito toda a gente, seja o roupeiro, o vendedor de pipocas ou o presidente. O verdadeiro limite é o respeito pela verdade desportiva. Aquilo que tem de falar por mim é a minha equipa, os resultados e o futebol que praticamos. Não faço parte de um grupo de pessoas que está sempre a dizer que sim a tudo. O limite do meu discurso pode não o ser para outra pessoa, mas respeito verdadeiramente toda a gente.”

Agora, na corrida à hipocrisia, apareceu um mentiroso. Abel Ferreira, treinador dos lampiões do Norte, veio dizer na conferência de imprensa que antecedeu o amigável com os lampiões do Sul, que não conhecia Sérgio Conceição pessoalmente.
Sérgio Conceição  foi treinador do Braga em 2014/15 tendo feito a época toda. Abel Ferreira entrou para os comando da equipa B do Braga em 16 de Fevereiro de 2015 e fez 19 jogos. Recordo que o mentiroso foi despedido do Sporting B no inicio dessa mesma época.

Em Agosto de 2018 antes da deslocação do Porto a Braga, o mentiroso disse isto:


Sendo assim, com uma mentira pública, nojenta, sem vergonha e completamente à descarada, faço a pergunta:
Quem terá mandado o fantoche Abelzinho dizer o que disse? O Trolha ou o Patrão do Sul?


quinta-feira, 11 de janeiro de 2018

Os 3 Grandes em Números

A primeira volta da Liga NOS 2017/18 chegou ao fim. Um campeonato que tem sido disputado jornada a jornada e com os 3 grandes no topo da classificação como seria expectável. Nos jogos entre eles, está tudo empatado. O F.C. Porto deslocou-se a Alvalade e empatou a zero bolas e o mesmo resultado aconteceu no clássico do Dragão com o Benfica. No derby da 2ª circular houve também empate mas desta vez a um golo.

Existe sempre a ideia que os clássicos são decisivos, mas na minha opinião, este ano serão os jogos com os “pequenos” que vão ditar o campeão. 
Todos os jogos contam e todos os pontinhos irão ser preciosos.

O líder F.C.Porto é um líder incontestado. Acho que a generalidade dos adeptos de futebol pensam o mesmo. Só uma pessoa com cegueira ou por má fé é que não o reconhece. 
E o que dizem os números? No dia 19 de Dezembro de 2017, em conversa com um velho amigo, que podem ler Aqui mencionei alguns desses números. Deixo agora mais alguns:

O Covil do Dragão Está Fechado


A melhor defesa do campeonato apresenta também os melhores números em todos os itens defensivos. Apenas em Oportunidades de Golo Consentidas estamos iguais ao Benfica, 12.
Destaque para os Remates Consentidos, 131, e apenas 35 enquadrados. 
O Sporting é a equipa que permite mais remates e com grande diferença para os dois rivais. Os flancos do Benfica parecem ser mais permeáveis que o dos rivais. Permitiram 274 cruzamentos. Mais 34 que o F.C.Porto, ou seja, mais dois por jogo.

Meter o Pé Sem Medo


Nos itens que nos permite ver a agressividade individual e coletiva, principalmente defensiva, o F.C.Porto também lidera 3 dos 4 itens escolhidos. Destaque para a quantidade de interceções de bola, 272. Mais 86 que o Sporting e mais 63 que o Benfica. Isto dá qualquer coisa como, mais 5,06 interceções/jogo que o Sporting e mais 3,71 Int/jogo que o Benfica. Porém, é o Sporting que consegue recuperar mais vezes a posse de bola, 232.
Em relação a Duelos, o F.C. Porto é a equipa que ganhou mais Duelos, 1127 num total de 2004. Nota para o Benfica que ganhou 925 num total de 1892. Ou seja, as papoilas ganharam 48,9% sendo o único dos 3 grandes que perdeu mais duelos do que o adversário. Só no jogo em casa do líder, perdeu 93 Duelos num total de 157.

Como Chegar ao Rectângulo Mágico



No capítulo da construção de jogo, temos o Benfica como a equipa que mais passes efetua, 8790. Porém, a equipa com melhor eficácia de passe é o F.C. Porto com 81,6% dos passes a chegarem ao destino desejado. Também no item de Passes para Finalização, o F.C. Porto é a equipa que lidera, 219. Isto demonstra que nem sempre a equipa que mais passes realiza é a mais objectiva.
Nota para os Dribles onde o F.C. Porto é a equipa que mais os utiliza. Quem tem Brahimi...
Peço especial atenção para a Posse de Bola do F.C. Porto uma vez que se tem passado a ideia que não gostámos de ter bola.

Dragão a Deitar Fogo


Na parte ofensiva da questão, temos um Dragão a cuspir fogo. A equipa com o melhor ataque do campeonato é também a equipa que lidera 4 dos 5 itens escolhidos. Perde apenas nos Remates Enquadrados. Neste capítulo o líder é o Benfica com 124. Aliás neste capítulo, os jogadores  do Benfica são os mais certeiros com 43,7% de Remates Enquadrados. O Sporting tem 39,7% e o F.C. Porto é o menos certeiro com 38,4%.
Sublinho o item Oportunidades Flagrantes. Aqui o F.C. Porto é líder destacado. Por exemplo em relação à equipa que mais passes faz por jogo, o F.C. Porto tem mais 17 oportunidades de golo. 1 por jogo. Curiosidade, o Porto efetua menos,  aproximadamente, 50 passes por jogo que o Benfica mas cria mais 1 oportunidade de golo flagrante por jogo. Por aqui já se vê um pouco do estilo de jogo que Sérgio Conceição implantou na equipa. 


Seguem as cenas dos próximos capítulos numa 2ª volta que se espera competitiva, emocionante e com muitos sorrisos e lágrimas. Uma coisa parece certa, se o F.C. Porto continuar com este ritmo...em Maio é nos Aliados!



quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

As Primeiras Voltas em Números

Na semana passada li esta notícia em que fala no rendimento do F.C. Porto de Sérgio Conceição. Esta notícia foi antes do último jogo da primeira volta.
Fiquei curioso e fui recolher números dos campeonatos deste século.
São números interessantes. Alguns desses números são um espelho da respetiva época, como por exemplo a época de 2010/11 de Villas Boas. Uma época que ficou para a história como a época do 5LB no Dragão, a vitória na taça servida a frio no galinheiro e principalmente pela histórica vitória que nos permitiu ser campões e apagar a luz na casa do rival. Épico!
Agrupei os números e eles falam por si. No fim coloquei alguns aspectos, na minha opinião, interessantes.

A Tabela 2 são as médias respectivas.
Tabela 1
Tabela 2

- Temos uma média de 2,65 pontos por jornada. Igual às épocas de Mourinho. Melhor só Jesualdo Ferreira em 2006/07 (2,67) e Villas Boas em 2010/11 (2,73).
- A melhor média de golos marcados por jogo é deste Porto de Sérgio Conceição (2,65).
- Nos golos sofridos, temos uma média de 0,53. Igual a Jesualdo Ferreira em 2006/07, Vitor Pereira em 2011/12 e 2012/13 e Lopetegui em 2014/15. O melhor foi Jesualdo Ferreira em 2007/08 (0,33).
- A  equipa que acabou um campeonato com a melhor média de golos sofridos foi o FC Porto de Lopetegui 2014/15 (0,38)
- A incrível época do FC Porto de Villas Boas está refletida nos números. Melhor média de pontos ganhos (2,80) e melhor média de golos marcados. Perdemos 4 pontos na 1ª volta e 2 pontos na 2ª volta. Quase perfeita.
- Nas 8 épocas em que o F.C. Porto foi líder isolado no final da 1ª volta, foi campeão em 7. (87,5%). Só não foi campeão em 1999/00.

Publicação em destaque

F.C. Porto - Sporting C.P. 1/2 Final da Taça da Liga

Amanhã vai realizar-se o primeiro dos 4 encontros frente ao SCP que faltam realizar esta época. Um clássico é um clássico, um jogo de t...